30 de maio de 2017


Único

Eu não vejo amor, eu sinto. Sentir-se vivo na ausência de demônios, de drogas e filmes é libertador. A vida do nada se torna incrível. Estou livre. Espero que isso não passe, e se passar que logo retorne. Cada conversa sobre os ideais, os toques, o cheiro, as tentativas e provocações todos iluminados  pela pouca luz vinda da janela. 


Duvida, incertezas, medos e segurança, todas estão por aqui. O tempo lá fora voa, só quero ficar aqui com você. Só com você, ser feliz, ser forte. Só ser. Te abraço forte, não quero que escape. Não quero precipitar-me, não espero machucar-me, mesmo que seja preciso, mas sabemos que será inevitável.

Vejo como se contradiz em cada movimento. O seu cuidado só confirma que talvez valha a pena todo o risco. Sei que pode ser a pessoa errada, mas também que pode ser a pessoa certa, a ultima. Será só jogo? Teste?

A forma como fala, até de mais, como vê o mundo, de uma forma inflexível encanta. E se uma pessoa entrasse na sua vida e te fizesse repensar tudo, desconstruísse tudo que você já pensou algum dia? Você responde que deixaria entrar, assim como fez me deixando conhecer o seu mundo, mesmo que pouco. 

Já estive aí, em você, conheço seus caminhos e você sabe que quando eu for embora não será a ultima vez. É tanta coisa pra dizer que nada sai. Complicado. Talvez nem seja, a gente é que complica tudo.
 
O nosso tempo aqui é curto, até o momento que eu estiver aqui não quero ser só mais um, especial, o mais marcante, o primeiro, ou mesmo o ultimo. Quero somente, me sentir único. Ser único.
CONTINUE LENDO ››

22 de maio de 2017


O sacrifício do amor

Esse texto é sim uma indireta, direta! Porque hoje, é aniversario de Victoria.

Sabe porque a gente não deu certo? Porque você não fez por onde. Aquele lance de, amor se constrói é o escambau! Na obra do nosso amor, você foi aquele que faltou o serviço e quando o aparecia nunca soube o que fazer.

 
Amar é via de mão dupla, é ofertar seu melhor para alguém e esperar que se faça o mínimo possível pela outra parte. Amar, de verdade, é verbo que se conjuga a dois, caso contrario é coisa inventada por coração desocupado. Coração vadio. O amor quando é pra ficar até a mãe deixa. Te leva para cruzar a cidade ainda que seja só para ficar deitado.

Só sabe do amor quem o sente, uns declaram de diferentes formas. Uns ligam, outros arrumam a casa só para te receber, te convidam para aquela viagem que ate então seria feita sozinha ou mesmo te chama para curtir a vida do jeito calmo quando você leva uma vida super corrida.

Empatia. A palavra chave para a coisa dar certo, saber entender o outro lado, entender os comportamentos, as cores e os humores. Saber a hora de abdicar de pequenas coisas só para ver a outro. A falta de iniciativa e de opinião na relação é broxante, não existe nada mais desestimulante que um "tanto faz" quando perguntado se prefere ir ao cinema ou andar de bicicleta, ou mesmo quando respondem "kkk" quando você fala que teve um dia horrível.

Maturidade, faz-se necessário quando for ultrapassar seus limites, sair da sua zona de conforto por alguém. Livre-se de si mesmo, das suas ideias de amor, dos seus pais, da sua própria prisão. De suas mentiras. Não faça nada a força, no amor de verdade as coisas fluem de forma natural, a energia do processo é favorável, mas por ora a diferença de nível das partes favorecem um lado, e desfavorecem o outro. Um se farta de dar-se, e então é preciso a válvula de escape. Uma hora alguém se cansa.

Sacrifique-se. Alguma coisa precisa ficar para trás se você quiser seguir em frente. Escolher pelo sim é abdicar do não. Ainda que não compreenda o sacrifício saiba ser grato pelas coisas, a história de amar sem esperar nada em troca tem seu começo meio e fim. Amar é coisa para amantes e não amadores. E antes que você saia por aí distribuindo sorrisos e simpatias aprenda uma coisa, o amor, também morre de fome.
CONTINUE LENDO ››

17 de maio de 2017


Despedida

Essa é minha despedida. De tudo. Da vida. Das pessoas. Daqui.

Vou morrer para então renascer, vivi de mais e isso foi o que me matou, de tanto eu viver chegou a hora que preciso morrer para então fazer o novo, de novo. Assombroso é esse sentimento, te deixa triste mas por ora, deixar tudo para trás e imaginar ter a oportunidade de fazer-se novo, de novo, é de fazer o coração dar uma festa no peito da gente. 


A vida é dessas, te arranca tudo, mas te oferece uma chance de fazer-se novo. Uma chance que ela nos da, não podemos vacilar. Agora, tendo vivido a versão beta de tudo, chega a hora de viver a vida de verdade. Ser café com leite no jogo da vida não cabe mais aqui.

Sabemos das manhas, onde moram os perigos. Quando e que decisão devemos tomar, de onde saber pular quando precisar de adrenalina, saber que quando o tempo esta para chuva devemos ter sempre uma sacola na bolsa. A vida ensina tudo isso. 

É grande meu viver, grande de mais para ser só meu, por isso conto aqui minhas histórias. Mas sou egoísta a tal ponto de não deixar ninguém tirar as coisas do lugar. A final, me pertenço do começo ao fim, descido o que faço, desfaço ou disfarço.


Uma casa, que esta de porta aberta para as visitas e qualquer um pode entrar, só não tirando as coisas do, lugar fica tudo ok. Parece estranho mas as coisas estão no seu devido lugar e eu gosto delas assim, e agradeço quem chegar deixa-las no seu cantinho. 

Sim isso é um adeus, que morre e vira um "então, vamo lá?!". Vida para a nova vida. E tudo que for de bom, e que traga paz é bem vindo. O frio na barriga é evidente. E muitos podem não entender o porque das coisas, quem sabe as coisas nem tenham um porque, é assim e pronto, aceitar.


Achei a hora de deixar tudo, ela chegou. A vida vai se fazer em escala, chegou a hora de ir para a conexão antes destino final, o sonho maior. Daí vou experimentar tudo de novo, mas nada se compara como a primeira vez, a descoberta, o frio na barriga, o brilho nos olhos. Refazer as malas, pensar no que deixar para trás, no que levar para além. Enquanto isso me agarro ao sentimento e espero que ele dure, mas dure bem muito, se acabar, é pra ir lá fora pra pegar um ar ou um sol, e voltar logo. 
CONTINUE LENDO ››

11 de maio de 2017


O Legado de Bob Marley

Could you be loved and be loved?
Nome forte quando se fala no movimento Rastafári e da reggae music, Bob Marley, como era conhecido o músico Robert Nesta Marley, tem suas musicas marcada na vida de muitos, geração após geração. Hoje faz 36 anos da morte do cantor, devido um câncer. Ele se foi deixando doze filhos, mas além de herdeiros Marley deixou um legado bem maior e que não se perdeu no tempo.


Das inúmeras letras que ficaram conhecidas na voz de Marley, que até mesmo crianças conhecem seus versos mais famosos, levaram o cantor a ficar mundialmente conhecido pelo seu senso de justiça, liberdade e paz daquele jovem que viveu na pobreza de Kingston (capital da Jamaica) e viu desigualdades, injustiças sociais, foi preso e que também como todo jovem, desejou garotas.

Influenciado por uma Jamaica comandada por traficantes e pistoleiros, e sob influencias de uma Guerra Fria, onde existiam tensões sociais, o jovem Bob foi vitima de atentados, e incrivelmente sobreviveu a uma bala no peito provando dois dias depois cantando gratuitamente para seu povo no "Smile Jamaica".

Uma lida rápida pelas letras de Bob mostra uma visão otimista do mundo e um discurso que prega a união e a paz, além de levar a reflexões.  Passeando em algumas letras, porque são muitas, algumas mensagens do cantor que soube ser engajado, brincalhão, critico e até mesmo sensual.

Could You Be Loved

Minha musica preferida, fala exatamente: "Você poderia amar e ser amado?" Na letra o cantor fala que não é errado questionar padrões e que se você decidir seguir um caminho diferente de todo mundo, o amor não te deixará sozinho. Mas você poderia amar agora e ser amado? Então enquanto você aponta seu dedo outro alguém esta julgando você. Ame seu irmão!


Three Little Birds

Essa canção ficou conhecida também na voz de Gilberto Gil. Cara, não se preocupe com as coisas, porque cada coisa pequena, vai ficar bem. Sorria para o sol, e acredite que as coisas vão ficar bem, e que não há motivos para preocupação. Essa é a mensagem de Bob para você.

 Get Up, Stand Up

Nessa musica Marley fala da luta pelos direitos fazendo menção a Deus, sim Marley em uma fase da sua vida foi adepto ao cristianismo. Levante, resista: lute pelos seus direitos! Levante, resista: não desista da luta!

Is this Love

A letra é bastante romântica, acho linda. Eu quero te amar, eu quero te amar e te tratar, te amar e te tratar bem. Eu quero te amar todos os dias e todas as noites. Deve ser uma das melodias mais conhecidas de Bob, mas a parte mais linda é quando ele fala "Nós dividiremos o aconchego da minha cama de solteiro". Vai lá no fundo da alma.

No Woman No Cry

Na letra Bob conversa com uma mulher, sua esposa, convencendo-à a não chorar, lembrando-a das boas lembranças, e fala ainda "Everything gonna be alright!". Essa musica foi responsável pelo grande sucesso mundial do cantor. Que chegou a visitar o Brasil nas suas viagens.

One Love (People Get Ready)

Bob pregava a união das pessoas em um só amor e um só coração, para que as coisas fiquem bem. Mais uma vez dizendo, cantor viveu na época da guerra fria. Razões pelas quais a canção  foi escolhida pela BBC como a música do milênio (após seguidas guerras).



War

Essa musica cai muito bem nos dias de hoje. As guerras acabaram. Não pensem que porque a briga acabou que o ódio parou de existir com ela. E Bob falou na letra
"Até que a filosofia que sustenta uma raça
Superior e outra inferior,
Seja finalmente e permanentemente desacreditada e abandonada
Havera guerra, eu digo guerra."
Ensinamentos, conselhos, criticas, sensualidade (ouça Stir It Up), romantismo apoiando-se na simplicidade. A discografia do cantor é imensa, e apesar de ter morrido 36 anos atrás o discurso de Bob vale até os dias de hoje. Mensagens de amor, otimismo e de paz fazendo uso de coisas pequenas, que deveria ser seguido por muitos. E até  que exista pobreza, injustiça, que as nações mantenham suas armas e conflitos, sanções e rixas bobas entre os homens o legado de Bob Marley nunca acabará.

CONTINUE LENDO ››

POSTS SUGERIDOS