31 de janeiro de 2017


Just Dance Now - Conheça!

Eu sou professora de dança!
Muitos que me conhecem sabe do quanto eu gosto de música e consequentemente de dançar, bem e em uma dessas reuniões de amigos eu conheci o Just Dance Now, uma versão mais pratica e simples do jogo Just Dance só que dispensa o usuário da necessidade de ter um Xbox com Kinect propriamente dito. O jogo vem com uma opção para quem tanto não tem o vídeo game como paga quem quer jogar com mais de 4 amigos, capacidade do vídeo game, pois o jogo não tem limitações quanto ao número de integrantes da sala, bem como a integração de músicas quase que inéditas como um mix de músicas de várias versões dos jogos Just Dance.

Just Dance Now é uma versão do jogo para plataformas moveis
Certo Cris e como que funciona? Basicamente o jogo usa o celular para detectar os movimentos e sim você joga com o celular na mão, o  meu celular já voou jogando. Basicamente seu celular vira um,controle e faz tudo funcionar parecido o sistema do Nintendo Wii. 

É preciso baixar um app LINK para o celular, que é bem grande por sinal, e assim precisa de espaço pra poder instala-lo. Ah o sistema é suportado por iOS e por Android, vale lembrar. É, eu precisei abrir mão de uma porrada de outros apps. E com isso lá você tem a opção de escolher as músicas por categoria de dueto, solo, trio ou quarteto por ordem alfabética artista e tal, e são, muitas músicas.

O sistema te mostra o numero da sala que você coloca no celular
Mas Cris e o vídeo da dança fica como? Bem pra isso você precisa entrar no site LINK e ele te cria uma sala, onde você vai jogar junto com seus colegas,  com isso você pode passar o vídeo usando seu notebook, ou na TV por meio de cabos e afins. O bom desse sistema é que não há limite para a sala, pode jogar quantas pessoas conseguirem se conectar a rede e couber no ambiente.

Para quem tem Chromecast, o jogo é suportado pelo aparelho, dispensando o uso de notebooks ou cabos, somente de uma rede wifi e da TV obviamente. 

Ele é VIP ele
Certo Cris, e tudo isso é gratuito, me fala dos preços, se é que existem. Bem o jogo passou por mudanças ao longo do tempo que eu o conheci, uma delas é que a maior parte das musicas ficaram pra usuários que possuem o passe VIP. O passe VIP que é pago, mas calma que possuem vários preços. O Serviço oferece passes diários, mensais, trimestrais e anuais. Onde o trimestral é o que eu sempre compra e custa uns R$ 29,00, e você paga por meio do Google Wallet, pelo google play e sim é seguro, e sim precisa ter cartão de credito.

Você nao joga só, o sistema coloca jogadores de outros países
para jogar com você
Certo Cris é um Just Dance diferente. Só isso? Não, claro que não! O diferencial dessa versão do jogo é que você não precisa carregar sempre um vídeo game, quando for querer jogar. Sem contar que muitas vezes você pode jogar com seus amigos em qualquer lugar, claro que ofereça condições, o que pode salvar animando aquela festa floopadissima como já fiz algumas vezes.
CONTINUE LENDO ››

27 de janeiro de 2017


A Folha

Tem vezes na vida que esperamos acontecer de tudo, inclusive nada. Não há pretensões estabelecidas, vontades, desejos, anseios, nada. Estamos abertos a tudo. Esse dia foi assim, eu cheguei, me ambientei ali, então sentei. Senti o mundo ao meu redor, os sons, aromas e esperei. As coisas acontecerem, uma folha cair o vento passar, a lua nascer ou mesmo estrelas passearem pelo céu. O que quer que fosse. Não esperava por nada, qualquer coisa que se desse dali então já seria valido. 

Um alguém chegar me pedindo um cigarro ou mesmo só perguntando que horas eram. Quem sabe bastasse só que a vida acontecesse ali, naquele exato momento, naquele lugar. Vai ver não estava na agenda dela, estar naquele horário naquele lugar, talvez ficou em casa de tanta preguiça. Vida mundana, parecia habitar outro lugar.


Poderia ser algo simples ou um desastre sem precedentes, provavelmente a terra balançasse ou um pássaro chegasse, ganhasse um coração e fosse embora, ou mesmo o amor para viver no resto da vida aparecesse ali, me olhasse e então sorrisse para mim. Mas nada acontecia.

Esperei sem pressa, no banco em  meio da selva de pedra escondido das câmeras pelas arvores. Não havia trilha sonora para o momento nem mesmo companhia para passar melhor o tempo, e eu só esperei. 

Foi aqui
Escrevendo, linha após linha, e procurando saber onde chegar com aquelas palavras todas, quando a vida me tocou no braço, uma pequena folha, e ela me pediu atenção naquela hora, naquele lugar, a simplicidade me assustou. Quase que sem entende-la o vento veio forte e foi ficando cada calmo e por fim trouxe um aroma de grama recém molhada. Aconteceu! Simplesmente aconteceu.

A vida veio e pude perceber que existe algo além da nossa existência, coisa que a ciência não explica, forte o bastante para mover o vento e fraco o suficiente a ponto que deixasse a folha cair. Algo que habita entre o singular e o universo. Esse algo que me mostrou que além de não perdemos por esperar, nos escuta também.

 Nebulosa Olho de Deus
De onde veio aquilo tudo? Eu não sabia. Mas sentia que poderia vim ainda mais, pois sei que tem forças além disso. Guardei a folha só para mim, olhei em volta, olhei para o céu e agradeci por tudo que já veio, e que eu não esperava e agradeci, antecipadamente, por tudo que virá, pois coisas assim me fazem sentir que será algo bem grandioso, é, eu não perco por esperar.
CONTINUE LENDO ››

13 de janeiro de 2017


Treze (31)

Como quem olha para o céu admirando as estrelas e se depara com uma daquelas que andam, fui surpreendido, e a vida ficou boa ali, no dia treze. Sem querer, eu te quis. Não soube o que fazer, confesso que fui pego de surpresa. A vida ficou leve. Alguma coisa aconteceu, não sei explicar o que, mas aconteceu.


O avesso dessa história começou em trinta em um. Já havia deixado de ser eu, e a floresta que você habita, nasceu naquele dia.  O que foi deserto e quase magicamente virou a floresta, que abriga tudo isso, nasceu naquele dia. Fruto da primavera. E sobrou, graças que sobrou. Por sorte é seu, o escolhido, merecedor da imensidão de tudo. Mas foi você quem me deixou entrar.

Houveram coincidências, o destino havia tentado nos unir, mas foi em vão, ficaram migalhas de um caminho, espalhadas pela cidade, insuficientes para que eu notasse os sinais, pistas que me levariam até você. E eu só precisei estar no lugar certo na hora certa.As peças, fatos, tudo pareceu se ajustar depois da chegada. Houve catalise no que havia aqui, o amor que faltava apareceu e formou produtos, o equilíbrio favoreceu a situação.


Você tinha tudo para ir, mas não foi, disse que não o faria. Vamos dar um jeito. Mesmo com a tempestade que tudo se tornou, você soube ser forte quando foi preciso. Não desistiu mesmo quando teve seus motivos. Ainda que tenha feito juras a mim mesmo, a tudo que existe, não parece loucura repensar o que já vem sido pensado há tanto tempo. Sensatez.

A primavera voltou, mas não veio pra mim. Aí dentro, nasceram flores. Alguma coisa aconteceu, não sei bem o que, mas aconteceu. Alguém gritou, e responderam a altura. Fui eu. Quando acontece a gente sabe que não é outra coisa.


É Sexta Feira 13! Para alguns é tempo de azar, é o que falam por aí, mas foi num dia desses que as coisas ganharam certo sentido. Parece que alguém se enganou em algum lugar. E se tudo isso for azar, eu sou feliz por ser então essa pessoa de má sorte.
CONTINUE LENDO ››

POSTS SUGERIDOS