11 de outubro de 2016


Aqui

A paz, em meio a selva de pedra ela está aqui, presente, corajosa, ousada e bonita, a paz. Trazida pelos ventos, pelo cheiro de pipoca, pelo verde das arvores, mas ela está aqui. Há paz! Aqui há morada para pássaros, nesse lugar há vida trazida pelos gatos. Aquela preta inclusive virou minha amiga.

O silencio também habita aqui, os poucos ruídos são das crianças que brincam ali na quadra. Aqui a vida só tem seu único propósito de ser vivida e apreciada, nada mais que isso. 

Créditos: Autor
A grama me lembra do quão viver é bom, do quão feliz me sinto somente pelo simples fato de estar vivo, o som do quebrar das folhas, já secas do sol, quando pisadas, ressalta a beleza do silencio do lugar. 

A gata vem, rouba meu carinho e vai, é o crime mais grave que acontece por aqui. A moça que cuida dos gatos que por sinal não aparenta ser louca, chega e a gata mostra sua técnica criminosa de roubar os corações alheios, ela deita no chão de barriga pra cima e se contorce de forma bem artística, como se a cena fosse um ato bem ensaiado. 

Créditos: Autor
Já a lua chega, completa e cheia de si. Deve ser ela quem me trouxe até onde cheguei ultimamente, será? Não importa. Além da paz outra coisa reinou aqui, o amor, amor pela vida, pela natureza, amor mãe de tudo, amor pelo igual, amor pelos animais, amor pela paz. Esse jardim é jardim desse sentimento, aqui ele chegou e ficou, não vai embora. 

Apesar de longe, finalmente encontrei meu lugar, apesar da paz, apesar da vida, apesar do belo silencio, apesar dos pesares, aqui achei o amor, e é aqui que eu quero ficar. 

POSTS SUGERIDOS