11 de dezembro de 2013


Camaradas insanidade e loucura

Ultimamente tenho acompanhado  e vivido  histórias de amor ao meu redor. Ocorre que de cinco dessas histórias nenhuma acabou em final feliz  por enquanto . Ocorre que sempre ouço a parte envolvida dizer "não consigo falar pra ela?" ou "como eu faço pra falar pra ela" e coisas do tipo. De fato falar pra amada ou amado o que você sente é de gelar qualquer um e deixar o coração a sair pela boca. 

Hoje existem as mais diversas ferramentas sociais para se falar o que sente o que torna a coisa muito mais fácil e ágil, mas nada se compara ao olho no olho e palavras sinceras ditas no ato, o que para alguns é extremamente difícil. Muitas vezes isso não ocorre por falta de oportunidades, e às vezes temos que recorrer aos bate-papos da vida.

Conheço pessoas (infortunas) que se apaixonaram por pessoas já comprometidas, outras que a amada só namora algo se o pretendente for aprovado pelo aval da "sogra"  isso é a vida meus caros  e conheço outras que já namoram a tempos mas uma das partes não demonstra o menor amor. Todas essas confusas cheias de incertezas e dúvidas  daria um rim pra saber o que se passa na cabeça dessas pessoas .
"A vida se resume a um único momento insano." 
Um amigo meu, dia desses, me falou que estava apaixonado por uma garota já comprometida  decepções amorosas  falei pra ele de uma forma ou de outra chegar pra garota, com sinceridade, e falar pra ela o que ele sente. Ele pode nem saber que ela passa por maus bocados com o seu companheiro e está a um fio de romper. Ou mal deve saber ele que simples  simples  palavras sinceras podem ganhar o coração de uma garota.

É aqui aonde eu chego ao "X" da questão. Insanidade e loucura, duas lindas palavras que são irmãs de criação. Anos atrás assistindo um filme ( AVATAR ) escutei uma frase que guardo até hoje "A vida se resume a um único momento insano." isso mesmo meus caros, um único momento insano  e louco, para acrescentar  muitas vezes temos que ser um tanto loucos e insanos. Se sorver das duas e partir para a desafronta da amada, ou amado, como queiram é de uma valentia sem descrição.

Um beijo
Um poema
Uma carta
Umas palavras bonitas
Uns olhos nos olhos
Uma rosa
Um sorriso
Duas pessoas
Dois corações
Um amor

Mas quem sou eu para falar de amor? Só acho que qualquer coisa, é só chegar junto com a loucura e com a insanidade. E aí veremos no que dá...

POSTS SUGERIDOS