10 de fevereiro de 2017


Como organizar e manter uma agenda

Esse post vem encangado em um post sobre Motivos para manter uma agenda, que recomendo pra quem não tem uma agenda, ou pensa em criar uma mas não tem muito norte de como fazer isso.
Para quem decidiu só começar 2017 em fevereiro, porque janeiro foi um completo desastre, esse post vem em hora muito boa. A final, é inicio de período letivo e muitos aí vão precisar de uma super ajuda, a mais, pra passar em Imunologia. Ou mesmo para quem tem tanta coisa a fazer, manter uma agenda pode te dar uma forcinha.

Tem aniversário! Arianos s2
Agenda que coisa careta! É Nazaré, é careta sim. Mas tem horas na vida que ou você vira um computador ou mantém uma agenda. Não falo de agenda de celular mas agenda de papel mesmo. Aquelas que você escreve e leva na bolsa e anota o tipo sanguíneo. Em caso de emergia ligar para:

Rotina 
Pessoas tem suas rotinas diferenciadas, tem gente que leva uma vida mais movimentada na semana ou no fim dela e para isso é bom que sua agenda atenda (rima) sua demanda. Algumas trazem o sábado e domingo juntos, outras trazem o dia dividido em horas e ou um programa semanal. Cabe a você escolher a agenda que melhor lhe atende. A Renata do GlamoRousas fez um post (LINK) onde ela coloca um planner disponível para Download.

Alguns tem compromissos diferentes ao longo do dia, em horários diferente, claro, e de tipos diferente. Mas como diferencia-los?! É simples, se sua agenda não contar com horas, você pode adotar símbolos para determinar fases do dia: Manha (Δ) Tarde (□) e Noite (O). E se tiver ainda mais compromissos pode dividi-los em Inicio (1) Meio (2) e Fim (3), dessas fases. Quanto aos tipos, profissionais, pessoais ou de estudo, os mais comuns, você pode diferencia-los pelas cores da caneta: azul, preto ou vermelho.
Assim uma palestra sobre O futuro da química que começa as 9:00 e vai até as 15:00 no Shopping Iguatemi, fica na agenda. 

Δ2 - □2 - Shopping Iguatemi - Palestra sobre futuro da química (da cor dos compromissos sobre estudo)

Isso você pode anotar na capa da agenda e sempre que esquecer consultar.
Meu sistema adotado
Planejamento

Existem modos diferentes de planejar sua agenda. Existe o planejamento anual, mensal e semanal. O anual, onde você coloca datas tidas como certa a longo prazo, costuma ter os aniversários, congressos e datas importantes. O mensal traz compromissos de médio prazo, geralmente logo no inicio do mês, e semestre, a gente sabe as datas de provas, previsões de trabalhos, ou tem uma noção de compromissos do mês como festas, exames, consultas ou quando você vai ter uma semana tranquila e pode sair um pouco mais que o normal. Eu na vida. Os dois são menos rigorosos em relação a horários e locais. Já no semanal é o que leva mais detalhes, é quando você senta e vê tudo que tem que fazer na semana que virá. 

O blog é ariano sz
Planejar a semana é ver quando você precisa fazer suas compras, quando precisa levar a filha ao nutricionista ou programar uma faxina no quarto. E também quando você se planeja para os compromissos daquela semana, e analisa se pode gastar, se pode sair pra beber com os amigos e coisa do tipo.

Isso evita que você esqueça aquele aniversário na casa do seu primo, ou mesmo que fure com alguém por que tinha uma prova no dia seguinte e acabou esquecendo. Você passa a conhecer seus horários e quando pode fazer o que.

Também faço uso de marcadores coloridos para marcar os dias criticamente importantes, variando as cores conforme o tipo de dia importante. Isso deixa bem claro que dia 29 de Janeiro eu não podia marcar nada, e nem nos dias antecedentes.
FEVERÊRO! Uo Uo
Eu mantive agenda em 2015 e 2016, por causa das duas faculdades, mas larguei ano passado por que me via muito preso ao livro. É importante manter uma agenda mas tome cuidado para não viver em função dela. Uma hora você pode perceber que sua vida passa a ter lugar e hora marcado para acontecer, essa é a hora de pisar no freio e se permitir sair da rotina ou viver sem precisar programar nada na agenda.

POSTS SUGERIDOS