18 de abril de 2014


Eu te chamei.

Alguns dias atrás fui ao centro da cidade com uns amigos da escola resolver umas coisas. E como de costume eu sempre que vou ao centro, vou a algum sebo comprar ou só mesmo olhar livros. Dessa vez eu não estava só, tinha um amigo comigo, quando me veio à cabeça a ideia de chamá-lo pra ir num sebo.

Eu o chamei para me acompanhar, ele falou que queria ir pra casa jogar um jogo online, chamado LOL. Eu não dei por perdido insisti, chamei, ele disse que estava cansado e com fome, sendo que eu também estava cansado e com fome. Ele não quis ir, eu parei então me despedi e fui rumo aos sebos da vida. Assim que lá cheguei estava fechado, mas não existe só um sebo no centro, fui a outros, e depois em outro quando em fim achei um aberto.

Era o sebo do Seu Claudio, ele tinha se mudado, então dá pra imaginar a bagunça que aquilo estava. Livros e mais livros amontoados em um cubículo, só tinha espaço para uma pessoa passar. Mas não dei por perdido, comecei a garimpar por livros que me interessassem no meio daqueles livros todos. Mas o Seu Claudio tratou logo de pegar sua escada e a me dar livros para olhar e pegar os que mais me agradassem. E foi em meio a esses vai e vem de livros que eu achei Clarice Lispector, O chefão, O código da Vinci, Stephen King, Guerra e Paz e por aí vai.


Separei uma pilha de livros, o modo de venda do Seu Claudio é um tanto curioso e aleatório, ele conta os livros, e dá um preço, no meu caso foi oitenta reais em uns 15 livros, não estava caro, só que eu não tinha todo esse dinheiro. Falei pra ele que só tinha vinte reais no bolso e ele disse pra eu escolher quatro livros da pilha. Eu escolhi os quatro e ele disse que ia guardar os livros pra eu ir pega-los depois, e ele o fez. Sai do lugar com o coração na mão, como ficariam os livros que eu lá deixei? Eu vou ter dinheiro para pega-los? Coisas da vida. Mas eu vou, de fato, voltar para pega-los. Voltei pra casa e mandei as fotos dos livros escolhidos pro meu amigo, àquele que eu tinha chamado no começo. O que eu disse?


- Eu te chamei.

Moral da historia: Se seu amigo leitor te chamar pra ir num sebo, não hesite, vá! Com certeza aquele lugar vai te surpreender em todos os sentidos.

POSTS SUGERIDOS